Destaque da Semana

Destaque da Semana
Venda de camisas de futebol

terça-feira, 28 de fevereiro de 2017

Estudiantes La Plata-ARG & Umbro 2017



Uma moderna e linda camisa (modelo 1) foi elaborada pela UMBRO para vestir o Estudiantes de La Plata para 2017.


A camisa titular do clube para esta temporada apresenta um layout mais jovial, mantendo o padrão de listras, mas, com maior largura entre elas.

São intercaladas faixas brancas e vermelhas central - totalizando 02 brancas e 1 vermelha, mais central - com o advento de linhas vermelhas pequenas contornando as faixas vermelhas. A manga é vermelha, unindo-se as faixas laterais também vermelhas.


Gola e as ribanas das mangas são pretas com detalhes em branco. A barra da camisa é totalmente preta.


Detalhe: Por dentro (atrás) da gola, aparecem as coordenadas do estádio do clube que está sendo reconstruído e passará a chamar “Tierra de Campeones”, bem como, também foram alocadas 11 estrelas em referência aos títulos do clube.


BLOG:

Não há muito o que se falar de "UMBRO", ou "qualidade UMBRO" em suas camisas. Normalmente sempre fazem um excelente trabalho, e, neste caso, não foi diferente.

Não há idéias mirabolantes, ou arrojadas, com o template geral permanecendo comportado, usual ao clube e visualmente bonito. Só que, ao mesmo tempo, passa uma sensação de modernidade! Ou seja: Sem surpresas, e primoroso, como sempre.  Padrão UMBRO!


Saindo do template/layout, verificamos que os "mimos" espalhados continuam sublimes, como a UMBRO sempre fez perfeitamente.


Escudo do clube ricamente detalhado e trabalhado, bem como etiquetas, selos e adornos também esplendidamente manuseados.


Extra C&M:
Juan Sebastián Verón


Nascido em La Plata (1975), Fez carreira no time de sua cidade, o mesmo em que seu pai fez história, o Estudiantes La Plata, já demonstrando sua grande técnica, com precisão nos passes e especialmente em cobranças de falta.

Após breve passagem no Boca Juniors, foi jogar na equipe da Sampdoria, da Itália. Logo se trasferiu para o Parma e depois para a Lazio, onde ganhou um Campeonato Italiano e uma Copa da Itália na temporada 1999-00.

Em 2001 foi para a Inglaterra jogar no Manchester United, ganhando o Campeonato Inglês na temporada 2002-03 e, posteriormente, no Chelsea. Mas não fez sucesso no futebol inglês, chegando a ser contratado em 2003 para a Inter de Milão, onde jogou até finalizar a temporada 2005-06.

A partir desse momento seu passe foi adquirido novamente pelo clube que o viu nascer, o Estudiantes, logo levando-o ao seu primeiro título nacional em 23 anos, o Apertura de 2006. Também foi vice-campeão da Copa Sul-Americana de 2008.

No ano de 2009 levou o Estudiantes de forma épica e marcante ao título da Taça Libertadores da América, ao derrotar de virada o Cruzeiro por 2 x 1 em pleno Estádio do Mineirão.

Em maio de 2014, fez sua despedida dos gramados e aposentou-se definitivamente, curiosamente no mesmo dia que Javier Zanetti e Gabriel Heinze, dois ex-companheiros de Seleção Argentina.

Agora, após desistir da aposentadoria, Verón anuncia retorno aos gramados pelo Estudiantes (janeiro de 2017) com o objetivo de incentivar uma campanha para a venda de camarotes do estádio do Estudiantes -clube do qual é presidente- e comandar a equipe na Libertadores da América de 2017.

Fonte:

segunda-feira, 27 de fevereiro de 2017

A singularidade da Anarquia

Apenas uma semana após recuperação, estação do BRT volta a ser vandalizada


Apenas uma semana após sua recuperação, a estação do BRT Salvador Allende, no Recreio dos Bandeirantes, na Zona Oeste do Rio, voltou a ser vandalizada.


De acordo com a concessionária, o episódio aconteceu por volta das 4h20 deste domingo, após uma briga, que havia iniciado dentro de um articulado. Um grupo de passageiros envolvido na confusão, teria descido na estação e tentado agredir um motorista que estava no local.

Ainda segundo a prestadora de serviço, o funcionário, que seguia para o trabalho, foi ameaçado porque tentou apartar a briga.


Ele foi perseguido, obrigado a sair da Salvador Allende. Os agressores voltaram para a estação, por fora, sem pagar passagem, forçaram as portas e jogaram as placas de vidros no meio da calha.

O BRT informou que o caso não foi registrado porque, devido à greve, a Polícia Civil está trabalhando apenas com flagrantes. No último fim de semana, Salvador Allende fez parte de um grupo de estações que foram totalmente reformadas pela equipe de infraestrutura do BRT.


"É realmente uma pena. Há uma semana devolvemos a estação Salvador Allende totalmente recuperada à população. Agora, o trabalho precisará ser refeito. O vandalismo representa um custo elevadíssimo, que não está previsto no cálculo tarifário e que tem um impacto significativo na nossa capacidade de investimento", afirma a diretora de Relações Institucionais do BRT, Suzy Balloussier.

Vídeo de câmera de segurança da estação:


De acordo com a concessionária, nesta madrugada quatro articulados chegaram ao Terminal Haroldo Melodia, no Fundão, na Zona Norte do Rio, apresentando avarias e foram retirados de circulação.


Por volta de 1h, o primeiro carro foi recolhido com duas portas quebradas e sem retrovisor. Logo em seguida, à 1h20, um outro também teve uma das portas quebradas e o retrovisor arrancado. À 1h45, um terceiro ônibus do BRT Rio foi vandalizado: duas portas foram quebradas. Por volta das 3h, duas saídas de emergência no teto de outro veículo foram retiradas.

Fonte:

* * *

O que dá para perceber claramente nas imagens, é a raiva contida nestes indivíduos. Raiva? Raiva de quê? Do sistema? De sua vida? Do País? ...

E que diabos o sistema BRT tem a ver com isso?

Sabem, o que está tornando tudo cansativo é essa maldita mania de certos caras – por favor! Não generalizem! – Estou citando tão somente esses revoltados “sem causa” como os descritos na reportagem! – De descontar suas frustrações, raivas, decepções em objetos, pessoas ou instituições que em nada tem a ver com isso!



Creio que tudo, absolutamente tudo, é uma questão de educação. Cultura. Conhecimento.

Infelizmente nosso país está aquém de qualquer mérito em questão de educação e cultura de nossas gerações mais atuais. Temos em mãos uma geração de homens – sim (!) homens feitos já! -  que se mostram extremamente sem controle de suas emoções, jorrando raiva, “cuspindo” violência pelos poros, e tornando com isso, a vida das pessoas de bem que precisam circular nas ruas, um verdadeiro tormento!

Notem que não estou falando dos criminosos em si.  Estou só no meio termo. Estou falando dos indivíduos que estão no meio do caminho entre o céu ao inferno.

Estamos vivenciando uma geração que não possui mais limites. Que não possui tolerância.  Que não possui respeito por idosos, crianças... por nada e nem ninguém!

Exagero?!?! Ué, exemplo disso foi essa história ridícula no estado do Espírito Santo. Bastou a PM não ir às ruas, para que a selvageria gratuita tomasse conta do meio urbano. Saques, violência, mortes, medo e um povo de bem dentro de casa. Acuado! Gente.... Que isso!!!






É isso mesmo? Perdemos toda nossa moral? Temos que ter então, obrigatoriamente, uma instituição para controlar nossa verdadeira índole, que está dentro de nós, escondida, aguardando? Ou seja, o monstro que está de tocaia, aguardando o momento de descuido das autoridades para eclodir e tocar a toda sua anarquia?!?!? Pois é. Se o ESTADO de direito vir a faltar, amigos.... 

Será um SALVE-SE QUEM PUDER !!! (?) Juntem o máximo de mantimentos, recolham seus entes queridos e corram para as montanhas, pois a civilização como conhecemos, acabará. Triste...





Pensando neste contexto, os roteiros de películas como TWD e Mad Max não parecem tão absurdos assim.



Mas enfim.... Afinal, o que está causando esta anarquia extenuada e exagerada?

O que causa tamanha frustração em um indivíduo, que o faz ter a necessidade de liberar sua raiva em explosões de violência, num típico cenário bestial?

Seria a frustração pelo seu modo de vida? Decepção pela falta de oportunidades? Raiva pelos reveses da vida?

NÃO JUSTIFICA!  .... E NÃO JUSTIFICARÁ NUNCA!!!

A vida de um determinado indivíduo é própria de cada um.

Se sua vida é uma falência? Está frustrado com o rumo que sua vida está levando?

Problema exclusivo seu. Só seu, e de mais ninguém! Faça com que a sua vida venha mudar por si só.  Ninguém tem culpa. Vá ler. Vá estudar. Vá adquirir CULTURA para que possa conviver com si mesmo e com outras pessoas.  Conviver dignamente em uma sociedade.



Ou então, vamos jogar fora todos aparelhos eletrônicos, roupas e mimos da dita “civilização” e regressemos ao tempo das cavernas, onde a clava ou tacape resolviam os problemas.

Ah, entendi... ok... O problema é outro! O problema é este raio de país que vivemos.

Como assim?  Está revoltado com nosso sistema político e/ou nossos políticos?

PROBLEMA SEU TAMBÉM!!!

Simples: APRENDA como VOTAR CERTO!!!



Aprenda como funciona o sistema eleitoral. Conheça seus candidatos e a vida de seus candidatos. Não venda seu voto. Não jogue seu voto no lixo, para depois ficar reclamando.



Somente pelas URNAS podemos fazer alguma diferença.

Ou manifeste nas ruas. Mas que seja uma manifestação civilizada. Ordeira. Que tenha quantidade e qualidade, e não violência e quebradeira. Não cubra o rosto. Pelo contrário, pinte-o de verde e amarelo e mostre ao mundo.







Aí, depois desse desabafo, eu retorno lá no início: Para esses potenciais “valentes” vândalos: Pare de “pagar mico”, quebrando coisas, um patrimônio que você mesma usa, e vá estudar. Vá assimilar cultura. Em vez de destruir, faça o bem.  Ajude o próximo. Faça uma boa ação!!! O convívio com outras pessoas de bem agradece. E engrandece!

Outra coisa: Não conheço nenhum "ser vivente" que destrói seu próprio ambiente. Quebrar um mobiliário que você mesmo usa é muito imbecil. Chega à ser BIZARRO.





No caso do Consórcio BRT, sinceramente, eu abandonaria tudo e retornava o Rio de Janeiro à época de linhas de ônibus extensas, demoradas e que na maior parte do tempo tinham pontos de ônibus sem proteção, no meio do mato, sujeitas às intempéries.





E, antes que falem, eu sou carioca de nascença, e sei muitíssimo bem como era um verdadeiro “tormento” atravessar a cidade vindo de Santa Cruz, Bangu ou Campo Grande para Barra da Tijuca em um ônibus convencional. Lembram do temível 882? Vai um a lembrancinha:





Ah, os acidentes... Esse abaixo ficou para história:





Uma viagem em lata de sardinha, demorada, e que ainda passava por cima da Serra da Grota Funda.



Com aquela Avenida das Américas que não tinha mais fim! – E aí o pessoal vêm falar do BRT? Ah, "PELOAMORDEDEEEEUS!!!!"

Mas, em alguns casos, é melhor voltar atrás. Tem parcelas do povo que não merece tecnologia, nem conforto. E com isso, tornam-se egoístas, pois prejudicam a parcela maior de população de bem que necessita.



E esse cenário não é restrito ao Rio de Janeiro...  nãããoooo...  Vejo notícias similares – quase diariamente – de vandalismo nos sistemas de Recife, BH e de Curitiba, entre outros. Vejam:

Recife:



Move-BH:



RIT-Curitiba:



É triste. Muito triste. Mas, infelizmente, é um cenário atual nacional.

E mais triste ainda, pois só estamos falando de um assunto: Transporte. Imaginem se adentramos em outros tópicos. Vixe!!!

Precisamos ter Fé. Fé de que nos tornaremos um povo melhor. Um povo mais culto.

Desculpem o desabafo. Mas de vez em quando se faz necessário...