Destaque da Semana

quinta-feira, 27 de abril de 2017

Itapemirim 60 anos: Ep 02.05 - MB O321


Dando continuidade a esta pequena série de cinco partes do Camisas & Manias abordando o tema dos 60 anos da Itapemirim, com a pintura especial em seus carros...  Hoje, a parte 02:

2 - MB-O321 (1960)



Foi o último ônibus da frota da empresa a estampar a pintura em prata e azul, além da pintura do Pico do Itabira, um dos principais símbolos de Cachoeiro de Itapemirim.


Havia ainda também a figura do cão da raça galgo, sinônimo de agilidade.


O modelo fez parte dos primeiros carros da marca Mercedes adquiridos pela Itapemirim, logo que a empresa alemã começou a produzi-los em São Paulo, nos final da década de 1950.


A Itapemirim adquiriu, de uma só vez, 30 ônibus, cuja entrega se revestiu de solenidade, no trajeto de São Paulo a Cachoeiro, passando por Rio de Janeiro, Niterói e Campos, com fotos e filmagens.

Para ver ou rever a PARTE 01 desta Série, CLIQUE AQUI.
Para ver ou rever a PARTE 03 desta Série, CLIQUE AQUI.

Em Breve, o Ep. 03.05 com MB-O321 de 1966 ...

Página da Itapemirim na WEB

terça-feira, 25 de abril de 2017

OGC Nice-FRA


O clube foi fundado em 9 de julho de 1904, inicialmente trabalhando com outras modalidades esportivas, tendo aberto o seu Departamento de Futebol somente em 6 de julho de 1908 e atualmente joga na “Ligue 1”, a primeira divisão do futebol francês.

É mais comum, no clube,  a denominação “OGC Nice” ou simplesmente de Nice.

O Olympique Gymnaste Club Nice Côte d'Azur foi fundado no distrito residencial de Les Baumettes em 9 de julho de 1904 sobre o nome Gymnaste Club de Nice.



O clube foi fundado pelo Marquês de Massengy d'Auzac, que servia como presidente da Fédération Sportive des Alpes-Maritimes. Como o próprio nome já dizia, o clube primariamente se focou em esportes como ginástica e atletismo.

Em 6 de julho de 1908, em um esforço para permanecer afiliado à FSAM e se juntar à federação amadora USFSA, a reguladora do futebol francês na época, o Gymnaste Club de Nice se dividiu em duas seções, com a nova seção do clube sendo nomeada como Gymnastes Amateurs Club de Nice.


Equipe do Nice em 1952

A nova seção deu origem ao clube de futebol e, depois de duas temporadas, os dois clube s se fundiram.

Em 20 de setembro de 1919, Nice se fundiu com o Gallia Football Athlétic Club, clube local, e, consequentemente, adotou a combinação de preto e vermelho como as cores do clube.


 Um brasileiro no Elenco: Amalfi

Em 1920, o clube estava jogando na Ligue du Sud-Est, uma liga regional que estava sob a vigilância da Federação Francesa de Futebol. Enquanto jogava nesse campeonato, o Nice desenvolveu rivalidades com o Cannes e o Olympique de Marseille. O confronto entre Nice e Cannes é conhecido como Derby de la Côte d'Azur.

Em 22 de dezembro de 1924, o clube mudou seu nome para Olympique Gymnaste Club de Nice.


Equipe em 1956

O Nice é o único clube que jogou a temporada inaugural da “Ligue 1”, ocorrida em 1932-33, e ainda a joga nos dias de hoje.

O clube já ganhou a “Ligue 1” por quatro vezes e Copa da França por três vezes, tendo conseguido a maior parte de seus títulos na década de 1950, época em que foi treinado por técnicos como Numa Andoire, o inglês William Berry e Jean Luciano.



Em julho de 1930, o conselho nacional da Federação Francesa de Futebol votou pelo profissionalismo do futebol francês.

O Nice, junto com muitos clubes do sul, estava entre os primeiros clubes que adotaram o novo estatuto e, consequentemente, virando profissional, também estando entre os membros fundadores da nova liga.

Durante o período de sucesso na década de 50, o Nice esteve entre os clube franceses que conseguiram integrar, com sucesso, jogadores estrangeiros no elenco, entre eles os argentinos Héctor de Bourgoing e Pancho González, o luxemburguês Victor Nurenberg e o espanhol Joaquín Valle.


Joaquím Valle

Aliás, Valle é o maior marcador de todos os tempos do clube, sendo considerado também o melhor jogador da história do Nice.


> Curiosidades:

Em 1939, o futebol profissional foi abolido na França devido a Segunda Guerra Mundial. Apesar disso, Nice continuou a jogar futebol sobre o status de amador com o clube participando da Ligue du Sud-Est em 1939 e na Ligue du Sud nas temporadas seguintes. Depois da guerra, o Nice retornou ao futebol profissional e foram inseridos na segunda divisão.


Equipe do Nice em 1959

O Nice foi fundado sobre o nome Gymnaste Club de Nice e é um dos membros fundadores da primeira divisão do futebol francês, junto com o Marselha, Montpellier, Rennes e Sochaux.

O Nice apareceu em uma competição européia pela primeira vez na temporada de 1959-1960.

O último título do clube foi em 1997, quando venceu a Copa da França, derrotando o Guingamp na final por um placar de 4-3 nos pênaltis.


Também é conhecido por: "Les Aiglons", "Le Gym" ou ainda "I'OGCN".

A Mascote do clube é uma Águia Real. Sempre há um vôo sobre o estádio antes dos jogos do clube.



    A Águia Real do OGC Nice em campo
Crédito das imagens: alamy stock photo
> Estádio:

Seu estádio é o Allianz Riviera, que tem capacidade para 35.624 pessoas.



Coleção C&M - Camisa nº 68






Camisa com template padrão clássico, que valorize bastante a mistura das cores vermelho e preto. Ótimo acabamento de escudo e logotipos da Puma. A parte de trás da camisa é bem elaborada, para dar um visual bem limpo e amplo ao numerário.






É um pouco divergente do tamanho com etiqueta. Não é boa pedida para “gordinhos”... a escolha da aplicação do logotipo do patrocínio máster incomoda quando a camisa este sendo usada.




Então é isso, pessoal... Mais uma camisa (nº 68) da coleção apresentada aqui no blog. Agradeço muito sua vista e até a próxima!

segunda-feira, 24 de abril de 2017

Corinthians & Nike 2017


A Nike apresentou as novas camisas para 2017 do Timão.


Seguindo o padrão do clube, não há alterações expressivas no desenho das camisas. O principal atrativo são: Uma faixa na parte central da camisa titular que vai "afinando", uma alusão à espada de São Jorge. Enquanto na camisa "away", temos a mesma faixa, só que com a cor invertida e em maior número (5).


O alfabeto e os números que estão presentes nas costas das novas armaduras do Corinthians seguem a mesma linha de inspiração dos uniformes, trazendo uma representação fiel das linhas retas das camisas de 77 combinadas com a proteção e a coragem de São Jorge.



No uniforme principal, as letras que compõe o nome dos jogadores e os números são pretos, enquanto no segundo uniforme os mesmos elementos aparecem na cor branca.


BLOG:

Outro caso típico de clube em que não é possível destoar muito do template original, por conta de tradição e/ou estatutos. Com isso, fica sempre mais difícil para inovar ou tecer novas idéias.


Mas ainda assim, a Nike se mostra um pouco ociosa na questão de criatividade. Há alguns anos, tem se repetido uma irritante “inércia” – onde temos quase um “CTRL-C” + “CTRL-V” e as “novidades” em coleções não passam de uns reajustes de paletas de cores, ou layouts.


Há uma necessidade atual cada vez maior de se atribuir mais elementos visuais nos trabalhos, para se compensar a impossibilidade de trabalhar ou tecer novos layouts. Outras fornecedoras têm feito isso, e com louvor!

Vasco da Gama & Umbro 2017


A Umbro lançou a nova coleção de camisas (I e II) para Vasco da Gama em 2017.

Os modelos traduzem a tradição Cruzmaltina, sendo confeccionados com o template tradicional do clube, com a faixa diagonal branca/preta na frente e nas costas e com um modelo de gola polo diferenciado, que dá aos uniformes um visual moderno.


Além disso, as camisas recebem a aplicação do logotipo comemorativo dos 90 anos do estádio São Januário, uma homenagem ao templo do futebol vascaíno.


BLOG:

A Umbro consegue tecer um trabalho primoroso com as camisas do Vasco.


Isto, levando-se em conta que o layout por tradição e estatutos não pode sofrer com muitas alterações.


Mas com a inserção dos acabamentos, os detalhes, e o cuidado presente nos projetos compensam todas as dificuldades e acabam por nos presentear com belíssimas camisas. 


Padrão Umbro.