Google-Translate-ChineseGoogle-Translate-Portuguese to FrenchGoogle-Translate-Portuguese to GermanGoogle-Translate-Portuguese to ItalianGoogle-Translate-Portuguese to JapaneseGoogle-Translate-Portuguese to EnglishGoogle-Translate-Portuguese to RussianGoogle-Translate-Portuguese to Spanish

quarta-feira, 6 de dezembro de 2017

J. Malucelli encerra atividades

Jotinha fecha as portas e encerra atividades

Depois de quase 20 anos no futebol, o J. Malucelli Futebol S.A., nascido como Malutrom lá em meados de 1998, encerrou suas atividades.

O presidente de honra do clube Joel Malucelli decidiu abondonar o futebol após a equipe sofrer o rebaixamento (polêmico) em 2016. Os funcionários, inclusive, já formam dispensados.

O time foi punido com a perda de 16 pontos por causa da escalação irregular do atacante Getterson no Estadual. Apesar de ter recorrido em todas as instâncias, a punição foi mantida e o Jotinha acabou rebaixado para a segunda divisão estadual.

“É verdade que estamos fechando. Não participamos nem do arbitral da Série Prata. Cansamos, desanimamos”, afirmou o dirigente.


Primeiro clube empresa do Brasil, o J. Malucelli chegou a mudar de nome em 2009, em uma parceria com o Corinthians. Com logotipo e uniforme em alusão ao time que tem a segunda maior torcida do país, o Corinthians Paranaense acabou em julho de 2012.


Foi ainda como Malutrom, contudo, que a equipe conquistou seu título mais importante: o Módulo Verde/Branco da Copa João Havelange, em 2000, equivalente à Terceira Divisão do Brasileirão.

Formação e uniformes da equipe como Corinthians Paranaense

Em 2009, a equipe terminou o Paranaense na segunda colocação, atrás do campeão Atlético.

Joel Malucelli não descarta um eventual retorno do Jotinha, mas condiciona a volta a mudanças no cenário do futebol estadual e nacional.

Joel Malucelli

-“Voltaremos quando o Campeonato Paranaense for mais promissor e quando a série D for mais prestigiada”.

Nenhum comentário: