Destaque da Semana

quarta-feira, 29 de março de 2017

Seleção Brasileira - Camisa III 2017

CBF divulga terceiro uniforme da Seleção Brasileira


A CBF divulgou nesta semana as imagens oficiais do terceiro uniforme da Seleção Brasileira, que já havia vazado há algumas semanas na internet.


A camisa, totalmente em verde escuro e com o escudo da CBF em dourado, é direcionado somente para os torcedores, segundo a entidade, e foi lançada junto a um conceito elaborado com a fabricante de material esportivo da Seleção: #brasileiragem.

Temática da #Brasileiragem

Segundo o comunicado da CBF, este conceito exalta a boa fase da seleção brasileira e "o resgate da alegria e confiança em campo", combinando duas palavras: Brasil e "boleiragem", chamando a atenção para o DNA pentacampeão mundial do futebol brasileiro e a "ginga, marra e características do nosso jeito único de jogar".

Esse "conceito" é uma estratégia de marketing da Nike que também apresentou camisas similares para outras seleções patrocinadas: vermelha dos EUA, uma camisa preta para a França e a nova camisa reserva da Inglaterra na cor azul.


No entanto, este modelo III verde do Brasil nunca será usado pela equipe nacional em uma partida, já que o estatuto da CBF proíbe a utilização de fardamentos que não sejam das cores da bandeira da entidade, que são as mesmas da do nosso País.

A nova camisa já está à venda no site oficial da marca, nos moldes masculino, feminino e infantil.


Para os homens, no entanto, há dois modelos, sendo uma réplica, por R$ 249,90, e a oficial de jogo, por nada menos que R$ 449,90. Também estão disponíveis o calção e o meião, apenas nos formatos masculinos.


BLOG:

Normalmente estes posts aqui no C&M são mais para apresentar e comentar com uma jovial brincadeira com pontos para a criatividade, beleza e modernidade da(s) peça(s) nova(s).

Mas infelizmente não dá. 

Primeiro: Acho uma idéia totalmente ridícula de lançar uma camisa que NUNCA poderá entrar em campo por conta do estatuto da entidade.

Segundo: Eu reitero a minha opinião acima, justamente pelas palavras da matéria acima -"há dois modelos, sendo uma réplica, por R$ 249,90, e a oficial de jogo, por nada menos que R$ 449,90".

"Oficial de Jogo" - como assim ?!?!?! Se nunca entrará em campo?

Terceiro: Estão de sacanagem, né?  450,00 reais uma camisa ?!?!?!? Ôrra, Nike e CBF ??? Vocês estão à par da situação econômica deste País? - Ah, mas vão dizer: A Réplica é mais barata!!!

Hã?!?!?!

Uma réplica por 250,00 reais ?!?!?!


Sério, ou acham que somos palhaços, ou se esquecem que a maioria absoluta da população do Brasil que é torcedora não tem condições absolutas de desembolsar esta quantia nem por uma réplica!!! 

"Réplica", no meu humilde entender são camisas que eu comprava (e se bobear ainda comprarei) no centro de Curitiba, não saindo por mais de 40,00 reais e olhe lá!!!


Quarto: Certo, somente homens vão se interessar por calção e meião, né "Dona Nike"? Não temos milhares de "boleiras" pelo Brasil afora, né?

Que o atual momento da seleção é ótimo (8 vitórias em 8 jogos) com a batuta de Tite, sem objeções. Isso é fato real e incontestável. Mas isso não é desculpa para criar este marketing exagerado e essa forma de extirpar os mais pobres e que são os mais carentes da Seleção. Isso é um absurdo. Tomara que as peças "encalhem" e que o castigo venha à "cabide" - mas infelizmente não. Isso não acontece com esses hipócritas.

Com relação a camisa... Sem muito o que falar. Tirando as tecnologias que envolvem o tecido e textura (na peça oficial) é uma camisa verde com detalhes em dourado. E nem são bordados!!! Na peça "réplica" - que ódio! - essas texturas nem devem constar. E ainda vão cobrar 250 pilas!!! Affff!!!!

Nenhum comentário: