Destaque da Semana

sexta-feira, 11 de novembro de 2011

No Ponto com C&M - 11.11.11

11.11.11
Boletim TRANSOESTE-RJ

Com previsão de inauguração para o primeiro semestre de 2012, o projeto do BRT  Transoeste — corredor viário de 56 km que vai ligar Barra da Tijuca à Campo Grande e Santa Cruz, na Zona Oeste — já sofreu uma alteração.

Modelo Neobus MegaBRT já padronizado visualmente para operação no RJ

O trecho que ligará o Terminal Alvorada ao Jardim Oceânico é o que vai sofrer atrasos por conta da licitação para a construção que estava prevista para setembro, mas foi suspensa e ainda não tem data para sair.


A prefeitura reiterou, no entanto, que o trecho não é prioritário, pois fará integração com a Linha 4 do metrô.

Estação MAGARÇA

No início desta semana tivemos a inauguração da segunda estação do sistema, em Guaratiba, com a presença de representantes do Comitê Olímpico Internacional (COI), que também conheceram o Túnel da Grota Funda.




O grupo está na cidade para a quarta reunião de acompanhamento do projeto Rio 2016.

- Para onde esles estão olhando tão compenetrados? rsrsrsrs...


A nova estação, que fica na Estrada do Magarça com a Avenida das Américas, em Guaratiba, ficará disponível para que a população conheça o sistema. A primeira foi inaugurada em setembro, na Avenida das Américas, na altura do condomínio Novo Leblon, na Barra da Tijuca. A promessa é de que o corredor diminua em pelo menos uma hora o trajeto entre Barra, Campo Grande e Santa Cruz. 


A Transoeste vai interligar a Barra da Tijuca, Recreio, Santa Cruz, Campo Grande, Inhoaíba, Cosmos e Guaratiba, beneficiando 220 mil pessoas por dia. 

Antes da inauguração da segunda estação-modelo do BRT (Bus Rapid Transit) Transoeste, as autoridades visitaram o Túnel da Grota Funda, uma das mais importantes intervenções da obra do corredor expresso de ônibus articulados.


Com a notícia de...



BLOG...: Sempre levanto a bandeira de que qualquer sistema de transporte urbano é plausível de dar certo, se BEM PROJETADO e sobretudo BEM ADMINISTRADO. Mas, confesso, tenho meu favoritismo ao BRT frente outros modais, salvo, evidentemente, as respectivas proporções. Metrô e Trem Urbano são transportes de altíssima demanda, necessários em uma grande metrópole.

Mas acredito no BRT como um excelente sistema agregador pela sua “versalititade operandi”. Posso me basear nisto pelo fato de ter residido no Rio de Janeiro por mais de 20 anos, utilizando de trem, metrô e ônibus todos os dias e agora em Curitiba por quase 10 anos, então, tenho base para comentar sobre. E com essa mesma experiência, já posso dizer que um erro básico os idealizadores já estão comentendo: Basear-se no modelo “articulado” para alimentar o sistema.

Desculpem-me, mas estão seguindo pelo mesmo erro que Bogotá cometeu ao introduzir o Transmilênio somente com veículos deste tipo, causando o invetável caos de superlotação nos inícios da operações que quase colocaram todo o projeto em perigo, e aqui mesmo em Curitiba, quando começaram à alocar somente ônibus articulados em uma malha que já estava habituada com ônibus maiores, bi-articulados. Começou-se á gerar um certo desconforto, com lotações desnecessárias, e agora, recentemente, foi revista tal situação, com a adoção dos enormes megasBRT’s, primeiramente nas linhas EXPRESSAS/LIGEIRÃO e agora, também, nas linhas modais.

Ah, sim... Em Bogotá também foi revista esta operacionalidade, com a adoção de bi-articulados no sistema também. Está dado o recado, prefeitura do Rio, ainda há tempo... Agora, uma pontinha de inveja: Como eu queria que aqui em Curitiba, adotassem a modernização do sistema, com a implantação de estações mais modernas, como as que estão sendo alocadas no Rio de Janeiro!

* * *

Ponto de ônibus “sustentável” de SP

* * *


Os MEGAS BRT do Metrobus


O Metrobus de Goiania já conta com o advento, há algumas semanas, do MegaBRT também, no eixo Anhangüera. Alguns vídeos:



Crédito dos vídeos acima:  llluuuccciiiaaannnoo.


Bacana, né? O pessoal de Goiania merecia uma melhoria no corredor Anhangüera, realmente.

Off post: Tenho notado um certo “bate-boca”, um “disse-me-disse” entre os adeptos busólogos no eixo Curitiba-Goiania sobre o tema do maior ônibus (os alvos da discussão seria o compartivo entre o novo MegaBRT e o outro gigante, o TopBus), mas vou dizer: Besteira, pessoal! Esse tipo de situação boba só serve para dar uma má impressão do hobby por aí... O importante é curtir o advento de modernidade e a melhoria do sistema para os usuários, pô! Nada à ver esse “joguinho” de vaidades! Para mim, está tudo ótimo!


* * *


Ônibus articulado, modelo Caio Alpha trafegando do terminal do Novo Mundo ao Setor Universitário , visão do motorista...

Crédito:  llluuuccciiiaaannnoo.

* * *

VANDALISMO nos ônibus do SPORT

Com menos de uma semana, o Sport precisou consertar dois ônibus que sofreram avarias após a partida contra o Goiás, na Ilha do Retiro.


O clube, teve que arcar com uma despesa de cerca de R$ 8 mil para substituir os vidros quebrados por pedradas vindas da própria torcida. O ônibus do time profissional teve o pára-brisa e algumas janelas laterais completamente danificadas.
http://www.superesportes.com.br/

BLOG...: Depois o próprio torcedor reclama... Com a dificuldade que alguns clubes no Brasil estão para conseguir aportes financeiros, ainda por cima precisam gastar dinheiro com situações que nem precisavam se preocupar! A própria torcida depredando o patrimônio do clube é horrível! Aqui no Coritiba, tivemos uma situação muito, mas, muito pior, quando houve aqule episódio “maldito” no Couto, por conta do rebaixamento à 2ª divisão, contra o Fluminense. E custou muito caro. As sansões foram pesadas, mas a torcida aprendeu à se portar como o clube merece, e episódios como o ocorrido, acredito, dificilmente tornarão à ocorrer. Estamos vivendo tempos em que a intolerância está sobressaindo à razão, pois recentemente tivemos este tipo de destruição ocorrendo com Corinthians e Palmeiras. Pô, pessoal, pensem um pouco antes de fazer besteira, pois, situações como essa não vão ajudar em nada, muito pelo contrário. 
* * *

Para não dizer que só defendo o BRT, só falo em BRT, BRT para lá, BRT para cá... Um vídeo sobre o Metrô de Curitiba:


E mais... : A implantação do primeiro trecho da Linha Azul do Metrô Curitibano desde a CIC/Sul até o Centro da cidade abrirá espaço para as bicicletas. As canaletas do expresso no eixo Norte Sul serão transformadas em ciclovia, num trecho de quase 13 quilômetros, que vai do Pinheirinho até a região central de Curitiba.

Canaletas revertidas em parque e ciclovia... Por onde trafegará a Linha Circular Sul?

Ciclomobilidade

O Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba (Ippuc) responsável pelo projeto do Metrô Curitibano está projetando estacionamento para bicicletas nas 13 estações de embarque e desembarque do metrô. Assim, quem estiver pedalando na ciclovia e quiser continuar o deslocamento usando o metrô poderá guardar a “magrela” dentro de uma estação.


Com cerca de 120 metros de largura por 21,5 de comprimento, cada estação poderá ter cerca de 35 vagas para bicicletas (?!?!?!?), totalizando 455 vagas de estacionamento ao longo do trecho do metrô. Além das bicicletas, o Ippuc também está projetando estacionamento para carros e motos dentro das estações.

Na superfície, junto com a ciclovia, as canelas terão ainda equipamentos para lazer da população e paisagismo. “É um espaço urbano que será devolvido aos pedestres e aos ciclistas, uma espécie de parque linear e de convivência das pessoas”, destaca o presidente do Ippuc, Cléver de Almeida.

BLOG...: Dois questionamentos ao IPPUC: 1º) 35 vagas (!) para bikes dentro de cada estação? Vocês estão de sacanagem? Quantas pessoas vocês acham que vão querer se utilizar deste serviço para se locomover de casa para o trabalho por dia? Vocês já viram o tamanho da CIC?

Projeção de como ficará uma vaga de bikes, numa estação do metrô de Curitiba

Já perceberam quantas pessoas se deslocam de bicicleta na região Sul da cidade? Aí então, vocês querem dispor de 35 vagas de bikes por estação?!?!? Piada, só pode! 

2º) Pelo que entendi, a canaleta da região sul no trecho sul será revertido em parque com ciclovia... Tá. Mas é a linha Circular Sul que opera simultâneamente com a linha Norte-Sul no mesmo trecho de canaletas, entre o terminal do Portão e o Pinheirinho? Vai passar por onde? Alguém poderia me dizer?

* * *

A imagem que está na seção “Cross Connections” do post de hoje, vem lá do BLOG do PICO PEREIRA


Meu amigo captou esta imagem, que achei interessantíssima, pois mostra que a empresa aproveitou sua própria frota para fazer marketing de procura de profissionais. O legal é que diferentemente de um ponto fixo, como out-doors ou placas de publicidades, este plotter no vidro traseiro roda pela cidade inteira, com uma inevitável ampliação de ótica e "target"e com certeza, seu custo foi bem menor que um processo mais tradicional.



Fico por aqui... 
Agradecendo mais uma vez (não me canso disso) a sua visita!
VALEU DEMAIS! Até mais...

Nenhum comentário: