Destaque da Semana

Destaque da Semana
Silo Global de Sementes de Svalbard

sexta-feira, 21 de setembro de 2012

A. D. São Caetano-SP




Fundação do Clube
04 de dezembro de 1989

Um grupo de pessoas ligadas com o município de São Caetano do Sul, liderados pela família Tortorello, resolve reerguer o futebol na cidade, que já havia passado por boas fases com o São Caetano Esporte Clube (anos 30), a Associação Atlética São Bento (anos 50) e o Saad Esporte Clube (anos 70), todos ex-integrantes da elite do futebol paulista.

Primeiro, o grupo utilizou o nome da Sociedade Esportiva Recreativa União Jabaquara, clube de São Caetano que atendia à principal exigência da FPF (Federação Paulista de Futebol): ter disputado campeonatos nos últimos três anos. Uma vez filiado, o nome mudou para Associação Desportiva São Caetano.


As cores azul e branco foram adotadas em alusão à bandeira da cidade. O escudo do São Caetano foi desenhado por Waldemar Zambrana.

O time entrou em campo pela primeira vez em jogos oficiais no dia 18 de março de 1990, pela Terceira Divisão do Campeonato Paulista, empatando com o Comercial de Registro em 1 a 1.




INFOBlog
Era para haver o desenho de uma bola de futebol no escudo do São Caetano, porém, a diretoria estava correndo contra o tempo para registrar o clube na Federação Paulista de Futebol em 1990, então o escudo acabou sendo entregue como é atualmente.




Mascote do Clube
AZULÃO


O Azulão em forma de pássaro nada mais é do que uma homenagem de seus fundadores às cores tradicionais do São Caetano. A certeza de que faria vôos altos em sua trajetória definiu o mascote como um pássaro. A escolha da ave que representa o clube não poderia ter sido melhor. Afinal, o São Caetano disputou as principais competições (como Libertadores, Brasileiro, Copa do Brasil e Campeonato Paulista) com a beleza de um vôo que só os pássaros são capazes de fazer.



Em meados de 2008, acompanhando a “maioridade” do clube, o pássaro Azulão ganhou contornos de "ave malvada", com penas negras ao redor do bico. Segundo a assessoria do clube, a mudança aconteceu porque "a ave cresceu e ganhou uma nova cara."



Estádio(s)
Estádio Municipal Anacleto Campanella
Capacidade: 16.750 pessoas
Inauguração: 02 de janeiro de 1955
Proprietário: 
Prefeitura Municipal de São Caetano do Sul/SP


Antigamente chamado de Estádio Municipal Lauro Gomes de Almeida, o Estádio Municipal Anacleto Campanella é um estádio de futebol da cidade de São Caetano do Sul, e é utilizado pela Associação Desportiva São Caetano. O nome é uma homenagem ao senhor Anacleto Campanella que foi prefeito da cidade durante as décadas de 50 e 60.


Em 1989 houve uma grande reforma no estádio, para poder ser usado pelo São Caetano, que estava começando a disputar campeonatos.



INFOBlog

No ano de 2004, o São Caetano sofreu o maior golpe de sua história. Em um jogo contra o São Paulo, em 26 de outubro, o zagueiro Serginho (foto acima) faleceu em campo, em decorrência de uma parada cardíaca. O fato causou uma comoção nacional, e as regras de atendimento à emergências em campo sofreram alterações e ficaram mais rígidas.


ClÁSSICOS & RIVAIS
Clássicos do ABC
É o nome dado aos confrontos entre as equipes da região do ABC paulista, envolvendo as equipes das cidades de Mauá, Santo André, São Bernardo do Campo e São Caetano do Sul.

São Caetano x Santo André

O clássico entre São Caetano e Santo André, menos comunente chamado de San-São do ABC, é considerado o maior clássico do ABC por envolver as equipes da região que obtiveram o maior sucesso em âmbito estadual e nacional.

São Caetano x São Bernardo

Apesar de haver só um jogo oficial neste clássico, a A.D. São Caetano e o São Bernardo F.C. (abril de 2011), vários jogos amistosos e de categorias de base podem entrar neste cômputo.


Site Oficial do clube


***BLOG***
Esta 167ª camisa do acervo é Curitibana da gema, comprada em um lance de sorte, pois ao retornar de um compromisso no centro, ao passar por uma loja habitual (itinerário natural, por ter sempre promoções relâmpago!), me deparo com essa camisa numa super promoção de 60% e aí nem estava nos meus planos no dia, mas, sabem como é...

Coleção é isso...

Essa camisa do azulão possui um template até sem surpresas, mas o que mais gosto são as costuras em relevo.

A gola/colarinho também é padrão – do jeito que gosto – e a mescla de tecidos porosos e normais é outro detalhe que vale ressaltar.

A fonte numérica é a mesma utilizada pela Kanxa e comumente a que uso para aplicar nas minhas camisas sem numeração da coleção.

No geral, é uma camisa "certinha no seu contexto".

O C&M agradece sua visita...
MUITO OBRIGADO !!!

Nenhum comentário: