Destaque da Semana

Destaque da Semana
Silo Global de Sementes de Svalbard

sexta-feira, 28 de setembro de 2012

Poder sem Limites (Pitaco do C&M)

Poder sem Limites
Chronicle

*Sinopse*
O filme acompanha a trajetória de três amigos, contado sob a perspectiva deles -  um garoto de 17 anos, por meio de sua câmera. Todos sonham em ter superpoderes, mas o que acontece quando não se está preparado para lidar com eles?


Neste filme, três adolescentes comuns, repentinamente, são capazes de fazer coisas que nunca imaginaram ser possível. No início, eles se divertem, mas quando as pegadinhas tornam-se perigosas, os três amigos terão de lidar com a responsabilidade que virá com estes poderes extraordinários.


*Elenco*
Michael B. Jordan, Michael Kelly, Alex Russell, Ashley Hinshaw, Alex Russell, Anna Wood, Joe Vaz, Matthew Dylan Roberts.…


*Trailer*

*Direção*
Josh Trank
O diretor fez sua estréia neste "Poder sem Limites" (2012) e já está cotado para dirigir o “reboot” de Quarteto Fantástico (2014).

## “Pitacos” do BLOG ##

Nota IDÉIA ...... 09

E se da noite para o dia, você ganhasse poderes incríveis? O que você faria? A idéia aborda um tema “descambado” para super-heróis, poderes e tal... Mas com uma incidência muito bacana: E se jovens, ainda sem a maturidade necessária, no auge das descobertas e sensações da idade, recebessem esses poderes?


Nota HISTÓRIA (Enredo) ...... 09

A história segue a idéia principal e mostra durante o filme, a influência dos novos poderes nas vidas dos adolescentes. Principalmente de Andrew, o rapaz que enfrenta muitos problemas de relacionamentos em casa, na escola, com amigos e  família. 


Nota EVOLUÇÃO ...... 08

Dentro da expectativa apontada pela idéia e enredo, a evolução durante o filme é bem exposta, com as surpresas e novidades que os poderes atribuem aos jovens, as eventuais brincadeiras, as crescentes adaptações e o questionamento dos limites, das barreiras impostas pelo uso de poderes tão impressionantes junto à sociedade. Há alguns exageros e até mesmo alguns equívocos, principalmente na parte sócio-familiar e também no comportamento entre os amigos, principalmente quando Andrew vai piorando sua personalidade e se descontrolando emocionalmente.


A sequência final é muito eletrizante, mas ao mesmo tempo, surreal, pois com tamanhos poderes (sendo que não é explicado como um deles pode ser mais forte que os outros – aliás, vale aqui uma ressalva: muitos assuntos ficam pendentes de explicação no filme) e de forma tão descontrolada, seria quase impossível deter um desses jovens.


Nota EFEITOS ...... 09

Efeitos bons, dentro do esperado. Como o filme pede em quase toda sua extensão a presença desses efeitos, todos foram muito bem alocados e executados.


Nota TRILHA SONORA ..... 08

Os efeitos são o “primor” do filme, deixando a trilha para coadjuvante, mas mesmo assim, os temas entram com sobriedade nas cenas. 

Nota FOTOGRAFIA ..... 08

A idéia e a evolução não pedem muito deste quesito no filme. Mas há algumas boas imagens de Seattle – Cidade onde se passa a história.

Nota ENTRETENIMENTO ..... 09

O filme propicia bons momentos de diversão. Porém, não espere algo formidável, ou surpreendente, pois não é... Mas é uma boa opção para passar algumas horinhas na frente da tela. A história é bacana, é bem produzido, não peca nas cenas, sai daquele mesmo eixo de locações de sempre como NY, WDC, LA e se passa em outra importante metrópole amerciana: Seattle. Acompanhar as mudanças de comportamento dos jovens ante a incorporação destes impressionantes poderes, no dia-à-dia, na escola, nas ruas ou em casa é o ponto-chave do filme.


A transformação moral de Andrew, quando explode sua revolta, sua raiva estagnada pela sempre abnegação do pai em sua vida e a rejeição de outros amigos é muito bem tratado.

·       Epílogo

Sempre falo dos títulos aqui... E para este filme, creio, os dois títulos escolhidos não “batem” de certa forma com a idéia. A escolha brasileira “Poder sem Limites” soa exagerado e “Chronicles” é algo muito surreal para o tema. O filme poderia ser menor, pois há muitas cenas desnecessárias.


O final nos deixa com mais uma dúvida sobre o destino do último jovem super-poderoso. E, finalmente, concordo com todos os comentários que vi nas redes sociais: a cena da aranha é mesmo revoltante (!!!) e desnecessária. 

O Blog agradece... Até a próxima!!!

Obrigado pela sua visita...

Nenhum comentário: