Destaque da Semana

quinta-feira, 13 de setembro de 2012

Londrina Esporte Clube (PR)



Fundação do Clube
05 de abril de 1956

José Luciano de Andrade, antes de mudar-se para Londrina, vivia em Rolândia, onde fundou juntamente com seu irmão, Luiz, um dos primeiros clubes profissionais do norte do Paraná, o Nacional.

Já residente em Londrina, quando soube que o time de Rolândia enfrentaria o Vasco da Gama, resolveu ir assistir ao jogo. O Nacional venceu por 3 x 2.

Quando retornava a Londrina, ao lado do médico Wallid Kauss, surgiu a discussão: "Se Rolândia pode ter uma equipe capaz de enfrentar o Vasco em condições de igualdade, porque não poderia acontecer o mesmo em Londrina?"

<< Imagem: José Luciano de Andrade e o Médico Wallid Kauss. Fonte: Site oficial do LEC

A idéia era fascinante e merecia ser melhor debatida. E optaram por fazê-lo em um restaurante. O proprietário do estabelecimento, Pietro Calloni, italiano fanático por futebol, juntou-se aos dois na empreitada.


Alguns dias depois, uma quarta cadeira na mesa foi acrescida e ocupada pelo gerente da agência do Banco do Brasil na cidade, Paulo Schmidt - um avalista de peso - que sugeriu o nome Londrina Futebol Clube, logo adotado. Em seguida, muito rapidamente, ganharam adesões de vários moradores da cidade que almejavam por uma equipe local, e em 05 de abril de 1956 nascia o Tubarão.

Primeira equipe do Londrina (Fonte: Site Oficial do LEC)



Mascote do Clube
TUBARÃO

O animal foi escolhido como um dos símbolos do clube durante a trajetória de sua história.


No princípio, a mascote era um menino enorme, conhecido como "Caçula Gigante", mas a imprensa passou a chamar o Londrina de Tubarão e o apelido acabou pegando.



INFOBlog
Em 1980 veio o título mais importante da história do Londrina. Após bater o CSA de Alagoas por 1 a 0, no estádio do Café, o Tubarão se sagrou Campeão Brasileiro da Série B daquele ano.


Estádio(s)
Estádio Municipal Jacy Scaff
Estádio do café


Capacidade: 36.000 pessoas
Inauguração: 22 de agosto de 1976
Proprietário: Prefeitura Municipal de Londrina/PR


Foi construído às pressas para o Londrina Esporte Clube entrar no grupo de elite do futebol brasileiro e está localizado a 4 km do centro da cidade, na região norte, ao lado do Autódromo Internacional Ayrton Senna.

Localização do Estádio do Café - Imagem: Google Earth

Construído no formato de ferradura, com abertura para o centro da cidade, o Estádio do Café proporciona uma vista privilegiada de Londrina.


Outro(s) Estádio(s)...

Estádio Vitorino Gonçalves Dias
VGD
Imagem: Google/Pulsar Imagens

Capacidade: 10.000 pessoas
Inauguração: 24 de junho de 1956
Proprietário: Londrina Esporte Clube

Construído em 1947 pela Prefeitura Municipal de Londrina, passou por diversas alterações que aumentaram sua capacidade, e em 24 de junho de 1956 foi inaugurado oficialmente. Em 6 de setembro de 1990 passou a ser propriedade do LEC Londrina Esporte Clube.


A luta do Londrina para ficar com o estádio durou 30 anos. Começou em 60 quando os vereadores vetaram o projeto de doação em comodato e houve até "enterro simbólico" dos edis, organizado por dirigentes e torcedores.


Com a construção do Estádio do Café, em 1976, o VGD passou para segundo plano e o Londrina fortaleceu o movimento para ganhar o estádio. No dia 06 de setembro de 1990, a prefeitura da cidade sancionou a lei 4.312 e o estádio passou para o Londrina. Sua diretoria promoveu reformas e o estádio ganhou novo visual.



ClÁSSICOS & RIVAIS

O Clássico do Café é o nome dado aos jogos de futebol entre os dois maiores rivais do interior do Paraná: Londrina Esporte Clube e Grêmio de Esportes Maringá.


As cidades de Londrina e Maringá são as duas maiores do interior do Paraná, foram fundadas em épocas próximas e ficam a cerca de 90km de distância uma da outra.

Tudo isto fez com que o Clássico do Café ganhasse grande importância regional no norte do Paraná. O nome do clássico é uma referência ao principal produto econômico da região durante a década de 1960, período em que surgiu o clássico.

O jogo mais importante entre os dois clubes foi a decisão do Campeonato Paranaense de Futebol de 1981, vencida pelo Tubarão. O Clássico do Café, porém, perdeu a importância de outrora, pois desde 2005 o Grêmio de Esportes Maringá participa apenas da 3ª Divisão do Campeonato Paranaense.



Site Oficial do clube



Bônus C&M

Carlos Antonio Franchello

É considerado o mais popular presidente do Londrina em toda a história do clube. Um baixinho gozador, atrevido, que ocupou o cargo de 1959 a 1969. Com Franchello, o time passou a se chamar Londrina Futebol e Regatas e conquistou o seu primeiro título estadual.

Franchello - Foto : Site Oficial do LEC

Durante seu mandato ocorreu o episódio da fusão do Londrina com o São Paulo, outro clube da cidade que acabara de se profissionalizar, e assim como o Londrina passava por dificuldades. Surgiu então a idéia da fusão, que, após muita discussão e oposição, acabou saindo em 1970. A equipe passou a se chamar Londrina Esporte Clube e a usar camisas vermelhas e brancas.

O presidente Franchello, desgostoso com a decisão, abandonou o clube e seus antigos companheiros, declarando que iria esperar que "as cores antigas voltassem um dia..."

Dois anos depois, no entanto, a equipe resgatou as cores branca e azul celeste ao uniforme do Tubarão.


***BLOG***
Sou um adepto do Tubarão, sua história, representatividade e cores. 

Acho-as, inclusive, umas das melhores combinações no futebol brasileiro.

Este modelo foi a primeira do clube que agregei à coleção, e também, a primeira camisa da fornecedora londrinense Karilu. O template é bacana, moderno – mas eu ainda prefiro o template mais clássico, com listras mais finas – e ficou muito bem com as cores do clube.

Os detalhes são muito bem finalizados, como o belo trabalho no escudo do clube, e no selo de autenticidade.

Outro detalhe que aprecio nas camisas da Karilu são suas fontes numéricas, inclusive com o advento do logo da empresa no seu interior (imagem ao lado).

O meu único senão neste modelo, fica por conta da gola/colarinho que na parte fronta, entre abas, ficou muito largo, e desproporcional, causando um efeito de “gola larga”. 


Dedico este post à um amigo que não converso faz tempo... Danilo Hara (Londrina-PR) que por conseguinte é um grande colecionador de camisas do Tubarão...
AGRADEÇO sua visita... MUITO OBRIGADO !!!

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...