Destaque da Semana

quarta-feira, 31 de outubro de 2012

Battleship - "Pitaco" C&M

Battleship

*Sinopse*
Após uma experiência para manter contatos extraterrestres, a Terra sofre um ataque alienígena com seu ápice no mar, próximo ao arquipélago do Hawaii.


Por ocasião de jogos de guerra, navios de várias marinhas encontram-se no local, mas somente três belonaves ficam em posição de se opor aos invasores. Baseado no jogo homônimo da Hasbro.


*Elenco*
Taylor Kitsch, Liam Neeson, Alexander Skarsgård, Josh Pence, Brooklyn Decker, Rihanna, Jesse Plemons, Peter MacNicol…

Parte do elenco posando para foto em frente ao USS Missouri

*Trailer*

*Direção*
Peter Berg
- Hancock/2008, O Reino/2007 -

## BLOG ##

Nota IDÉIA ...... 09

Seguindo a atual tendência de invasões ou contatos alienígenas, só perdeu 1 ponto na concepção do blog em fazer uma ligação com o jogo batalha naval (da própria hasbro) baseado em apenas alguns takes do filme.


Nota HISTÓRIA (Enredo) ...... 10

Excelente. A temática de que “colhemos o que plantamos”, é abordada no filme que trás um enredo embasado em um ataque alienígena após os humanos terem enviado sinais à esmo pelo espaço.


Nota EVOLUÇÃO ...... 09

Também muito certinho neste quesito. Acompanha a essência do título do filme, que é focar uma enorme batalha no mar, onde os alienígenas primeiro foram avistados.

Em determinados momentos, foge do foco, com “clichês” desnecessários e cenas totalmente sem motivo de estar ali, mas retorna igualmente lúdico ao mostrar e homenagear militares reservistas, bem como um enorme ícone naval americano.


Nota EFEITOS ...... 10

Perfeitos.

Nota TRILHA SONORA ..... 10

Muito bem bem escolhido, principalmente nas cenas de ação e nas cenas iniciais no USS Missouri.


Nota FOTOGRAFIA ..... 09

Apesar de grande parte do filme se passar no mar, alguns takes possuem ótimas imagens.

Nota ENTRETENIMENTO ..... 10

Cumpre bem seu papel. O filme inicia-se de modo lacônico, bem devagar e vai acelerando... Em pouco tempo estamos no meio das fenomenais batalhas navais. Em terra também temos takes bacanas que nos fazem torcer por cada disparo.


·       Epílogo

O apelo patriótico americano extremado é muito visado pelo filme, mas é atenuado pela idéia de ter outras nações juntas na trama. O ápice do filme, ao meu ver, é o enorme e merecido teor de homenagem ao USS Missouri e aos tripulantes veteranos de guerra.


Espetacular. Agora... Juntar militares americanos e japoneses em um mesmo enredo, lutando juntos, contra um inimigo comum foi uma forma de “dedo na ferida”.

Achei, também, uma grande idéia.

Agora, sinceramente, fazer alusão ao jogo da hasbro (batalha naval) é muito sem sentido, pois a semelhança com o jogo passa-se somente em um determinado momento do filme. 

Realmente, ali, naquela sequência, faz todo sentido. Porém, essa comparação perde o sentido, pois tal sequência não compreende nem 15% de todo o filme.

Achei o papel de Liam Neeson bem "mequetrefe"... 

A partir da entrada magnífica do USS Missouri (Grande MO) o filme fica frenético e alucinante. Com merecimento.

Para finalizar... Para quem perguntou-se se haverá sequência, as breves cenas após os créditos finais responde com eloquência essa dúvida.

O BLOG agradece sua visita ... MUITO OBRIGADO!!!

Nenhum comentário: