Destaque da Semana

Destaque da Semana
Venda de camisas de futebol da coleção C&M

terça-feira, 8 de maio de 2012

Excursão "suicida" de 1943



1943
A Epopéia

Em 1943, em dificuldades para pagar os salários aos seus jogadores, o Santa resolveu excursionar ao Norte do Brasil, para angariar fundos e resolver este problema. Mal sabiam que entrariam para história do futebol nacional, com uma aventura épica, mas, angustiante.

Embarcaram na madrugada do dia 2 de janeiro. A delegação viajou à noite, pois era época da Segunda Guerra Mundial e havia a presença constante de submarinos alemães no litoral brasileiro.

Os temíveis U-boats alemães singravam a costa brasileira na época...

O vapor "Pará", navio que levava o time do Santa, era escoltado por dois navios da Marinha de Guerra. Ainda assim, teve que navegar com as luzes apagadas e os jogadores tentavam dormir no convés, agarrados à foices e facões.

Navio à vapor semelhante ao que viajou a delegação do Santa Cruz

A primeira parada foi ainda no Nordeste do País, em Natal. No Estádio Juvenal Lamartine, o Santa Cruz enfrentou a Seleção Potiguar, goleando por 6 a 0.

Estádio Juvenal Lamartine (América-RN)

No dia 10 de janeiro, o Santa desembarcou em Belém e o primeiro adversário do clube no Norte do País foi o Transviário, que acabou sendo goleado por 7 a 2. Em seguida, o Santa venceu a Tuna Luso por 4 a 2, empatou com a Seleção Paraense em 2 a 2, e com o Paysandu em 4 a 4. Na despedida da capital paraense, perdeu para o Remo pelo placar de 5 a 3.

Capa da Revista placar (1979): Matéria completa.


A viagem prosseguiu em direção a Manaus, em um vapor-gaiola que subia o Rio Amazonas rebocando uma alvarenga carregadas de alimentos para o Acre. Duas semanas depois, os jogadores, cansados da longa viagem, chegavam em Manaus.

Navio Vapor-Gaiola

Já em terra firme, perderam a primeira partida para o Olímpico por 3 a 2. No jogo seguinte, golearam o Nacional por 6 a 1. Após esta partida, o chefe da delegação, Aristófanes de Andrade (Tofinha), e os atletas King, França, Pinhegas, Guaberinha, Edésio e Papeira, foram atacados por uma forte disenteria.


Todos foram medicados e liberados, porém com recomendações alimentares. No último jogo em Manaus, o Santa Cruz venceu o Rio Negro por 3 a 1. Durante a descida de volta pelo Rio Amazonas, o goleiro King e o atacante Papeira apresentaram forte recaída devido à disenteria, a qual é diagnosticada pelo médico a bordo do vapor como sendo febre tifóide.

O Santa Cruz desembarcou novamente em Belém no dia 28 de fevereiro e enfrentou o Remo no dia 2 de março, com a participação de King e Papeira, vencendo por 4 a 2. Dois dias depois, infelizmente,   King faleceu, vitimado pela febre tifóide. O goleiro do Santa foi enterrado no cemitério de Belém. Três dias depois, a doença mataria também Papeira.


Desesperados, os componentes da delegação trataram de tentar retornar à Recife o mais rápido possível. Somente no dia 28 de março é que conseguiram transporte, porém com parada de quatro dias em São Luís, no Maranhão.

Para levantar um pouco mais de dinheiro, os jogadores trocaram as passagens de primeira classe por terceira classe, recebendo a diferença de volta. Por isso, tiveram que viajar na companhia de 35 ladrões, que a polícia do Pará deportava para o Maranhão.

Em São Luís, novos jogos foram disputados e a renda foi distribuída entre os jogadores. O cozinheiro do navio teve que jogar no time do Santa Cruz, devido ao déficit no número de jogadores.

A delegação finalmente embarcou em um navio com destino à Fortaleza.

Navios brasileiros eram alvos constantes dos U-boats alemães

Porém, como o radar acusava a presença de submarinos alemães na área, o comandante resolveu retornar a São Luís e aguardar a formação de comboios escoltados pela Marinha.

Caça-Submarino Guaíba em ação no mar à época

Então, cansados desses três meses de privações e angústia, os jogadores decidiram retornar a Recife por terra: completaram a viagem de volta em trem até Teresina e em ônibus até Fortaleza.

KING, EUTÍMIO, SIDINHO II, PEDRINHO, ZÉ MARIA, OMAR, PELADO, CAPUCO, AMARO, GUABERINHA, EDÉSIO, LIMOEIRINHO, SIDINHO I, PINHEGAS, PAPEIRA E FRANÇA. Os marcados com um "X" vermelho são King (Pé) e Papeira (agachado).

O Santa Cruz ainda realizou jogos no Piauí, completando um total de 28 partidas na excursão. A delegação chegou a Recife na madrugada do dia 2 de maio de 1943.

Fonte:



MUITO OBRIGADO pela sua visita à este humilde espaço. Valeu....  Até a próxima!

Nenhum comentário: