Destaque da Semana

segunda-feira, 7 de maio de 2012

Parque de Vila Velha - PR

VITRAL da SEMANA C&M

O Parque Estadual de Vila Velha é um sítio geológico situado no município de Ponta Grossa (Paraná).

O conjunto de suas formações lembra uma cidade medieval com seus castelos e torres em ruínas, daí o seu nome.

A altura média das colunas de pedra e muralhas é de vinte metros e pode chegar a trinta metros ou mais em alguns pontos, em função do terreno acidentado.

Visão do parque via BR-376 ... Crédito Foto: Harrisonfortes.wordpress.com

Criado pelo Departamento do Patrimônio Histórico e Artístico do Estado do Paraná em 1966, o parque foi objetivado para proteger os 18 km² de formações rochosas da região.

Ao longe assemelham-se às muralhas de um velho castelo medieval...

O Parque é composto de três sítios vizinhos: Os Arenitos, as Furnas e a Lagoa Dourada.

Enquanto os Arenitos são uma enorme coleção de grandes blocos de arenitos esculpidos em formas exóticas, as Furnas são três crateras com paredes verticais, erodidas no solo, a maior delas com cerca de 100 metros de profundidade, sendo a metade coberta de água, e todas interligadas e ligadas à Lagoa Dourada, assim chamada pelo efeito criado pela água cristalina e coloração de suas areias nos poentes.



A formação arenítica de Vila Velha remonta ao período Carbonífero - aproximadamente 340 milhões de anos atrás - quando o mar interior que existia no local começou a ser drenado, expondo o material arenoso que acabou cimentado com óxido de ferro (daí a cor avermelhada).


Nos milênios seguintes o terreno gradativamente se elevou e e foi vagarosamente erodido pela ação dos ventos e da chuva que atuaram nas zonas mais frágeis das rochas, desgastando-as de forma diferencial e até mesmo isolando-as em diversos blocos.


Algumas das formações rochosas assemelham-se a animais como a "Tartaruga" ou o "Camelo"; outras lembram cogumelos dos mais diversos tipos e tamanhos, ou formas como a "Taça", símbolo de Vila Velha; a "Bota"; a "Esfinge"; a "Cabeça de índio"; paredes de pedra que lembram muralhas de castelos, torres de diversos formatos e alturas de geometria variável com formas e paisagens distintas, além de fendas cujo formato interno lembram garrafas.

Símbolo do Parque: A formação "A TAÇA"

Formação "O CAMELO"

Há duas grandes pedras pendentes no alto entre dois paredões rochosos, sempre prestes a desabar e parecendo flutuar desafiando as leis da gravidade. Abaixo, mapa do parque:

Frota de ônibus para o transporte interno do Parque

Os arenitos de Vila Velha tem a cor basicamente avermelhada como tijolo, cujos matizes variam conforme a hora e luz do Sol e da época do ano, criando uma atmosfera surreal.

BLOG:

Ótima opção de passeio e turismo. Para maiores informações, como valores e estrutura, acesse a página do parque no site da Prefeitura Municipal de Ponta Grossa:


O C&M deseja uma ótima semana, e nos vemos mais tarde!
Tchau!

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...