Destaque da Semana

quinta-feira, 17 de maio de 2012

Os Três Mosqueteiros

Os três mosqueteiros
(The Three Musketeers)

Direção Paul W. S. Anderson.

Sinopse ... O jovem e destemido D'Artagnan decide ir para Paris buscando se tornar membro do corpo de elite dos guardas do rei, os mosqueteiros.


Chegando lá, após acontecimentos singulares, ele conhece três mosqueteiros chamados "os inseparáveis": Athos, Porthos e Aramis, e juntos vão se envolver numa missão para salvar o Rei da França de uma armadilha que poderá lhe fazer perder a Coroa.

Trailer

Elenco... Logan Lerman, Milla Jovovich, Christoph Waltz, Orlando Bloom, Matthew Macfadyen, Ray Stevenson, Mads Mikkelsen, Juno Temple, Luke Evans.


Opinião do
C& M

BLOG...:

Um dos maiores sucessos da literatura mundial, fruto do grande Alexandre Dumas, a história dos três inseparáveis amigos mosqueteiros e do jovem D’Artagnan chegou na era 3D. Muito embora eu tenha assistido em 2D mesmo, no relicário de minha casa, ao final do filme, confesso, bateu o maior arrependimento por não ter visto na telona em 3D.



Além desta inovação, a trama ganhou aspectos modernos na sua desenvoltura, como um enredo mais puxado para o teor futurista e com bugigangas inimagináveis para época, como os próprios navios voadores. 

Logo no início temos uma sequência que nos remete aos filmes de espionagem, com uma ação furtiva em Veneza, com direito à besta com disparos multiplos e armadilhas à la Indiana Jones.


Na sequência temos o advento do Joven D’artagnan ao grupo, com seu jeito rebelde e juntamente com os outros três, proporciona o maior “trial” da fita, com uma luta totalmente desproporcional com os guardas do Cardeal Richelieu, que aliás, é outra magnífica atuação do espetacular Christoph Waltz.


Além dele, outros vilões de peso no filme são Rocheford (Mikkelsen) e o Duque de Buckinghan, na pele do talentoso Orlando Blomm, que lhe dá um ar de vilão carismático.

Rocheford (Mikkelsen)

Vale ressaltar também a jovial atuação de Milla Jovovich na pele de Lady de Wintera, que mescla momentos de parceria e vilania com os protagonistas.

Lady de Wintera (Milla) no seu momento "Missão Impossível" no filme

A fotografia é espetacular ao extremo! Os efeitos são excelentes, e o filme se desenvolve muitíssimo bem. Há de se falar ainda que as lutas não possum  cenas fortes e nem derramamento de sangue, ou seja, é bem "light".


Os momentos de descontração ficam por conta das cenas do atrapalhado Luis XIV, seja na hora da preocupação com seus trajes e a moda nos grandes centros, bem como sua disputa têxtil com o Duque de Buckingham, ou seja nos momentos em que pede ajuda à D’Artagnan para saber como se portar para cortejar a Rainha.


De qualquer maneira Dumas deve estar bem feliz. Aliás, dentre as muitas versões, esta é uma das primeiras que mostra D’Artagnan bem do jeito escrito pelo autor: Joven, rebelde e descuidado. Para os que como eu, estranharam o advento de máquinas voadoras, armas diferenciadas, rapel e sistemas de alarmes e armadilhas complexas totalmente incompatíveis da época...


Relaxe: É só um filme ficconal. Lembro de outro filme que também usou a mesma artimanha “fora de época”: As loucas aventuras de James West.

Os Três mosqueteiros cumpriu bem seu papel, e uma continuação virá. O final do filme já deixou isso bem claro. Tomara que siga o bom trabalho do primeiro.



Valeu pela companhia... Tchau...
Obrigado pela sua visita...

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...