Destaque da Semana

Destaque da Semana
Venda de camisas de futebol da coleção C&M

quarta-feira, 1 de agosto de 2012

Paraná Clube-PR




Fundação do Clube
19 de dezembro de 1989

O Paraná Clube nasceu com o propósito de se formar uma nova potência para o futebol paranaense e ao cenário nacional. Nasceu da fusão do Colorado Esporte Clube e do Esporte Clube Pinheiros em 1989.


Em 1988, dirigentes do Colorado e Pinheiros já cogitavam a possibilidade de fusão para formar um novo clube. Em setembro do mesmo ano, compareceram em um restaurante da capital, três representantes de cada facção: Darci Piana, Dely Macedo e Raul Trombini do Colorado, e Jorge Celestino Buso, Aramis Tissot e Ocimar Bolicenho do Pinheiros.

Assuntos da reunião foram resumidos no histórico guardanapo de papel, o primeiro documento escrito do novo clube

Nesta reunião foram aprovados o nome (oficialmente), Paraná Clube, as cores, a camisa, os símbolos e a distribuição patrimonial. Para mobilizar a torcida ficou definido como local oficial dos jogos o Estádio Durival Britto e Silva, e a sede oficial na Avenida Kennedy. E partiu-se daí, para a oficialização do processo.



INFOBlog
Em função da escolha do nome Paraná Clube, a primeira sugestão para cores do clube eram o verde e branco, com alusão às cores do Estado, porém foi logo descartado, pela semelhança com as cores do rival Coritiba Foot-Ball Club. A segunda alternativa foram as cores azul do Pinheiros, vermelho do Colorado e branca comum a ambos.



Estádio(s)

Estádio Durival Britto e Silva (Vila Capanema)
Capacidade: 20.100 pessoas
Inauguração: 23 de janeiro de 1947
Proprietário: Paraná Clube



Sua construção foi um marco na vida do Clube Atlético Ferroviário e na história do futebol paranaense. O clube, fundado em 1930 por funcionários da Rede Ferroviária, estava crescendo e precisava de um estádio de porte para mandar seus jogos. Foi feito então um projeto pelo arquiteto Rubens Maister, projetista da construtora Thá, que foi apresentado por Reinado Thá ao superintendente da empresa, Durival Britto e Silva e ao presidente do Clube, Heron Wanderley.


Ambos acharam ótima a idéia e se entusiasmaram com o projeto, mas alegaram não ter recursos para bancar a obra. Então o dinâmico Reinaldo Thá foi à luta, atrás do dinheiro, do material e da mão-de-obra para construir o estádio.

Estádio Érton Coelho Queiroz (Vila Olímpica Boqueirão)
Capacidade: 18.500 pessoas
Inauguração: 07 de setembro de 1983
Proprietário: Paraná Clube



Segundo estádio do clube, hoje é utilizado atualmente como centro de treinamentos da categoria principal e pelas categorias de base do Paraná Clube, único time Brasileiro a ter um estádio exclusivo para as categorias de base.


NOTA: O clube mandou jogos ainda no Estádio Pinheirão (o clube arrendou o estádio da FPF e em 2002 este contrato foi revisto e anulado), mas hoje, o Pinheirão encontra-se fechado e foi vendido pela FPF em leilão para uma empresa do ramo alimentício de SP.

Pinheirão: Triste final, leiloado...



INFOBlog
No seu início, o Paraná Clube ostentou uma águia dourada no distintivo. Mas não demorou muito e a águia foi substituída pela gralha-azul, que juntamente com a Araucária consolidaram o espírito do estado do Paraná ao clube.


Mascote do Clube
GRALHA AZUL

O mascote do Paraná Clube é a Gralha Azul, ave símbolo do Estado.


O clube ostenta ainda no seu escudo o Pinheiro-do-Paraná (Araucária), árvore que também simboliza o estado do Paraná.


INFOBlog
Um feito muito importanto do clube: O Paraná clube sagrou-se pentacampeão estadual (1993 à 1997) após apenas 4 anos de sua fundação (1989).


ClÁSSICOS & RIVAIS
E


Site Oficial do clube

***BLOG***

Curto bastante a mescla de cores utilizadas pelo clube. Sempre comento com os amigos colecionadores que esta trinca de cores, aliado à um bom projeto (template) torna fácil a concepção de uniformes lindíssimos.



Este modelo da Kanxa para o Tricolor da Vila ficou muito bonito, mas ressalvo (e os amigos paranistas vão concordar!!!, Né,  Sr. Jonas?) que o clube já ostentou belíssimos kits em outros tempos. Há um, em particular que alia o “dourado” no template, que ficou fenomenal. Mas, voltando à esta camisa do acervo, vale destacar o cuidado com os acabamentos (Escudo muito bem trabalhado) e as variações de tipo de tecidos. Único senão, acredito que nesta peça específica, foi o desalinhamento da parte de trás do colarinho.


MUITO OBRIGADO por sua visita aqui no C&M!!!

Nenhum comentário: