Google-Translate-ChineseGoogle-Translate-Portuguese to FrenchGoogle-Translate-Portuguese to GermanGoogle-Translate-Portuguese to ItalianGoogle-Translate-Portuguese to JapaneseGoogle-Translate-Portuguese to EnglishGoogle-Translate-Portuguese to RussianGoogle-Translate-Portuguese to Spanish

quinta-feira, 22 de março de 2012

Invenções na Era Napoleônica #02


Dando segmento à série C&M sobre as invenções em plena ERA NAPOLEÔNICA, hoje o blog fala do:

Telégrafo óptico

Ilustração: Negreiros

A palavra "telégrafo" vem dos grego tele (longe) e grapho (escrevo), ou seja, poderia ser descrito como "escrever a distância". Quem colocou o conceito no mapa das guerras foi o francês Claude Chappe. 

Claude Chappe

Em 1792, ele instalou um sistema de telégrafo óptico entre as cidades de Paris e Lille. A linha de semáforos tinha duas réguas articuladas de madeira e uma terceira conectando as duas instaladas no topo de torres. 

A possibilidade das posições das réguas, que tinham entre 1 e 9 metros, chegava a 196 combinações, que repassavam frases por símbolos codificados. 


O sistema era simples e eficiente, e transmitia um símbolo por todas as 15 torres através de cerca de 190 km, em menos de dez minutos. 

Equipamento montado em tenda militar - Guerra da Criméia

Uma mensagem típica tinha cerca de 36 símbolos. O sucesso desse primeiro sistema levou à construção de outras linhas, usadas por Napoleão para coordenar seus exércitos por toda a Europa.

Estátua dedicada à Chappe

Fonte: Natalia Yudenitsch – Abril Editora

Até a próxima parte da Série...


Nenhum comentário: